Projeto da FUNDARTE na área das Artes Visuais fica em primeiro lugar no Prêmio Funarte Descentrarte

Foi disponibilizado nesta semana, no Diário Oficial da União, a portaria de resultado final do edital Prêmio Funarte Descentrarte. O Projeto
Rede de Mediadores da Galeria de Arte Loide Schwambach, da FUNDARTE, ficou em primeiro lugar na área das artes visuais, de um total de 24 contemplados na área. Ao todo o Prêmio Funarte Descentrarte contemplou 120 projetos, do Brasil inteiro, na área de teatro, dança, música, artes visuais, produção literária e artes integradas.

O projeto premiado está centrado em dois princípios, o primeiro é o fortalecimento e incentivo da formação e atuação das integrantes do Projeto Rede de Mediadores, iniciativa que tem o intuito de estimular a frequentação e estreitar a relação entre o público e as exposições de arte realizadas na galeria. O segundo é a ampliação do alcance do público escolar na realização de mediações na Galeria de Arte Loide Schwambach, visando o atendimento de 120 a 150 estudantes em cada uma das exposições.

Desde a criação do Rede de Mediadores, a adesão e participação de arte educadores no projeto tem sido voluntária, sendo geralmente composta por acadêmicos da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul – Uergs, cujos cursos de licenciatura na área de Artes (Artes Visuais, Dança, Música e Teatro) estão sediados nas instalações físicas da FUNDARTE. Atualmente, a Rede de Mediadores conta com oito integrantes (incluindo duas professoras da FUNDARTE que participam/coordenam o projeto).

A Galeria de Arte Loide Schwambach, da Fundação Municipal de Artes de Montenegro – FUNDARTE (ORDEM DO MÉRITO CULTURAL 2012 e PRÊMIO EDUCAÇÃO RS 2018), tem o propósito de estimular, fomentar, mostrar e difundir a produção artística contemporânea local, regional e nacional, bem como promover o acesso do público à produção dos professores e alunos da FUNDARTE e do Curso de Graduação em Artes Visuais: licenciatura da UERGS.