banner-portal-transparencia 180x100

Artigos

“Anatomias Híbridas: Inventando Eus” será a próxima exposição da Galeria de Arte da FUNDARTE

“Anatomias Híbridas: Inventando Eus”

será a próxima exposição da Galeria de Arte da FUNDARTE

CONVITE Antatomias Híbridas pequena

Inicia no dia 22 de maio a exposição “Anatomias Híbridas: Inventando Eus”de Lutiere Dalla Valle na Galeria de Arte Loide Schwambach, na FUNDARTE.

Segundo a curadora da exposição, Cristina Landerdahl: “O artista Lutiere Dalla Valle, em sua série Anatomias Híbridas: Inventando Eus, traz múltiplas representações da figura humana e da pluralidade do sujeito.

Com projeções autobiográficas, o artista, pesquisador e professor universitário mostra seu eu plural que perpassa a denúncia de angústias, traz à tona desejos ou cria figuras que povoam mundos reais e imaginários.

São 14 desenhos feitos no papel vegetal com nanquim predominantemente preto, em contraste com tons de dourado, ocre e avermelhado. Dalla Valle acentua o traço da linha que delimita a figura central do fundo do desenho, que é composto por elementos repetidos criando padrões florais, geométricos, gráficos, formais ou aleatórios, delimitados por molduras desenhadas.

As figurações clássicas da figura humana podem ser vistas, misturadas com animais - apesar de não atribuir títulos às figurações, podemos nos deparar com referências culturais já impregnadas em nossos imaginários - é possível encontrarmos Adão com cabeça de polvo e falo dourado, representando a supremacia e opressão masculina sobre o feminino, como ocorre em diversas culturas; ou ainda, clara referência à deusa egípcia Bastet, com corpo de mulher e cabeça de felino; Ísis e suas grandes asas, protetora da natureza e da magia; Narciso caracterizado por sua beleza e orgulho; e por fim, Afrodite, a deusa grega do amor e da beleza.

Assim, o artista busca colocar em questão noções de gênero, cultura e representação, sedimentadas em diversas sociedades. Referências cristãs, como por exemplo o Sagrado Coração de Jesus profanado em uma das obras do artista, e a figuração do Cervo/Veado, que também é evocada como indagações de fundamentos pré-estabelecidos.

Nos corpos são detalhados tendões, músculos, veias, ossos, mostrando do que são formados, desvelando suas entranhas, seu emaranhado mais íntimo.

O fato de não nomear a produção abre, portanto, espaço para que o sujeito estabeleça suas próprias relações ao colocar-se em diálogo com o que vê e significa, a partir do seu olhar, dos seus próprios eus, e assim ressignifique os desenhos, um a um, de acordo com o que tem de mais íntimo.”

A abertura acontece no dia 22 às 19h na Galeria de Arte Loide Schwambach, na FUNDARTE. O horário de visitação é de segunda a sexta-feira das 10h às 12h e das 14h às 21h. A exposição fica aberta para visitação até o dia 22 de junho. Para ações educativas, informações podem ser objetivas com a Coordenação de Comunicação da FUNDARTE pelo telefone (51) 3632 1879 Ramal 214.