Orquestra de Sopros

Orquestra de Sopros

 

DSC_0177

Coordenação e Regência: Marcelo Bruno Piraino

 Os grupos musicais formados por instrumentos de sopro tiveram importância e reconhecimento marcantes na formação cultural da região da cidade de Montenegro. De etnia predominantemente alemã, a região pôde ver o surgimento de várias “bandinhas típicas”. Ao longo do século passado várias destas bandas tornaram-se famosas na região, algumas delas sob as influências de gêneros musicais que iam além das “músicas de bandinha”, como o samba, o baião, o jazz e a bossa-nova entre outros. Tendo como um dos objetivos centrais, manter a tradição musical da região, foi formada a Orquestra de Sopros da FUNDARTE no primeiro semestre de 2004, a partir do desejo dos alunos do Curso de Graduação em Música-licenciatura da UERGS e pelos alunos da FUNDARTE do Curso Básico de música, de vivenciarem a experiência de "tocar em uma BIG BAND". A Orquestra pretende agir no processo de construção do conhecimento de seus integrantes, desenvolvendo os aspectos que envolvem suas habilidades como instrumentistas em conjunto. A Orquestra de Sopros da FUNDARTE tem surpreendido o público em suas apresentações pela sonoridade rara que essa formação instrumental proporciona.

 

 Marcelo Bruno Piraino– regente e diretor artístico da orquestra

Especialista em Música pela Rotterdams Conservatorium (Holanda) e Graduado em Música– Habilitação: Clarinete pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul/UFRGS. Atualmente é Professor de clarinete e saxofone da Fundação Municipal de Artes de Montenegro, Coordenador da Orquestra de Sopros Eintracht, clarinetista da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (OSPA), regente da Orquestra de Sopros da FUNDARTE.

 DSC_0179

 DSC_0181