banner-portal-transparencia 180x100

Orquestra de Sopros

Orquestra de Sopros

 

Coordenação e Regência: Marcelo Bruno Piraino

Dados do coordenador: Especialista em Música pela Rotterdams Conservatorium (Holanda) e Graduado em Música– Habilitação: Clarinete pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul/UFRGS. Atualmente é Professor de clarinete e saxofone da Fundação Municipal de Artes de Montenegro, Coordenador da Orquestra de Sopros Eintracht, clarinetista da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (OSPA), regente da Orquestra de Sopros da FUNDARTE.

 

Os grupos musicais formados por instrumentos de sopro tiveram importância e reconhecimento marcantes na formação cultural da região da cidade de Montenegro. De etnia predominantemente alemã, a região pôde ver o surgimento de várias “bandinhas típicas”. Ao longo do século passado várias destas bandas tornaram-se famosas na região, algumas delas sob as influências de gêneros musicais que iam além das “músicas de bandinha”, como o samba, o baião, o jazz e a bossa-nova entre outros. Tendo como um dos objetivos centrais, manter a tradição musical da região, foi formada a Orquestra de Sopros da FUNDARTE no primeiro semestre de 2004, a partir do desejo dos alunos do Curso de Graduação em Música-licenciatura da UERGS e pelos alunos da FUNDARTE do Curso Básico de música, de vivenciarem a experiência de "tocar em uma BIG BAND". A Orquestra pretende agir no processo de construção do conhecimento de seus integrantes, desenvolvendo os aspectos que envolvem suas habilidades como instrumentistas em conjunto. A Orquestra de Sopros da FUNDARTE tem surpreendido o público em suas apresentações pela sonoridade rara que essa formação instrumental proporciona.