Camerata Montenegro

camerata 008

Coordenação: Matheus Kleber

 

Inicialmente, nos tempos do Conservatório de Música, em 1977 surgiu a Orquestra Infanto Juvenil, que posteriormente deu origem a Camerata Montenegro, em 1982, e se manteve em atividade até 2001.

Em 2014 foram retomadas as atividades da Camerata Montenegro, agora oriunda do Grupo Cordas, formada por alunos de instrumentos de cordas que estão em níveis mais avançados e convidados.

 

Este grupo têm como objetivos principais:

1) Proporcionar aos alunos, a experiência de tocar em grupo standards  do repertório camerístico para instrumentos de cordas. 

2) integrar ao grupo o repertório de cada aluno, que tenha sido trabalhado previamente com o seu professor de instrumento. Possibilitando assim, a execução de concertos com o acompanhamento de um ripieno.

3)  preparar os alunos para um possível concurso de jovens solistas.

4) trabalhar diversas técnicas interpretativas e de arcadas, sempre relacionando com o período da peça.

 

Matheus Kleber: Nasceu em 1985 na cidade de Montenegro, onde começou seus estudos musicais na FUNDARTE, aos 7 anos de idade. Posteriormente, em 2006, radicou-se em Porto Alegre, onde graduou-se em composição pela UFRGS.

Juntamente com o músico Pedro Franco, lançou seu primeiro CD com composições próprias, o trabalho que recebe o título de IDA teve 5 indicações para o prêmio açorianos. Além do duo com Pedrinho, integra o grupo Xquinas, que em 2008 lançou o DVD Xquinando na Travessa Azevedo 79. Ainda no âmbito da música instrumental, atua ao lado de músicos consagrados da música gaúcha como Marcello Caminha, e na Trinca, projeto desenvolvido juntamente com os músicos Angelo Primon e Marcelo Corsetti.

         Matheus é um dos músicos mais requisitados para gravações no Rio Grande do Sul, e já dividiu o palco com nomes importantes do cenário musical, entre eles: Arrigo Barnabé, Ana Prada, Andréa Cavalheiro, Richard Serraria, Gelson Oliveira, Nelson Coelho de Castro, Mônica Tomasi, Neto e Ernesto Fagundes, Victor Hugo, Filipe Catto, Geraldo Flach, Quinteto Perch, Orquestra Eintrach, Orquestra da UNISINOS, Orquestra de Câmara SESI/FUNDARTE, Orquestra de Câmara do Theatro São Pedro, Orquestra da ULBRA e OSPA.

         Atualmente, além de suas atividades como músico, coordena três grupos na FUNDARTE: o Conjunto Instrumental, a Camerata Montenegro e o Grupo de Choro da FUNDARTE.

camerata 002

 

DSC01268