Siga-nos:

História

Home Fundarte História

A FUNDARTE completou em 2019, 46 anos de atividade. O início da FUNDARTE foi em 1910. Depois de um período fechado, o Conservatório de Música de Montenegro foi reaberto em 02 de julho de 1959, durante a gestão do Prefeito Hélio Alves de Oliveira. Depois de mais um período fechado, no dia 07 de junho de 1973, durante os festejos do Centenário de Montenegro, o Conservatório foi reaberto pelo então prefeito Roberto Atayde Cardona e a iniciativa da Prof.ª. Therezinha Petry Cardona, que ocupou a Direção Executiva da Instituição de 1973 a 2000. A partir da reabertura, iniciaram-se as atividades com aulas de piano e de teoria musical, em quatro salas da antiga prisão municipal. Em 21 de novembro de 1981, o Conservatório passou a fazer parte do complexo Centro Cultural de Montenegro, transferindo-se para sede própria, junto à Biblioteca Pública e ao Teatro Municipal. Em 1º de outubro de 1984, foi criada a Fundação Municipal de Artes de Montenegro – FUNDARTE, instituição pública de direito privado, sem fins lucrativos, com o objetivo de manter uma escola de artes, o que vem acontecendo ao longo desses 46 anos, em que a Instituição tem sido responsável pela difusão e o desenvolvimento de várias manifestações artísticas na região.

Desde 2016 a FUNDARTE tem como diretor executivo André Luís Wagner. Ocuparam a direção executiva antes dele: 1973 a 2000- Therezinha Petry Cardona; 2000-2004- Gilberto Icle; 2004 a 2012- Isabel Petry Kehrwald e de 2012-2016- Júlia Maria Hummes.

Atuando como Escola de Artes, proporciona ensino e pesquisa nas quatro áreas da expressão artística – Artes Visuais, Dança, Música e Teatro – a Fundação recebe anualmente centenas de alunos, com idade entre 3 e 96 anos.

A instituição conta também com diferentes grupos artísticos, formados por alunos, professores e convidados. Estes oportunizam a participação em grupo e tocar em conjunto, além de divulgar o trabalho da FUNDARTE realizando apresentações. São eles:  Grupo de Teatro FUNDARTE; Grupo Cordas; Grupo de Dança; Grupo Experimental de Dança; Grupo de Jazz; Grupo de Choro; Coro Cantarte; Coro Criarte; Coro Saber Viver; Conjunto Instrumental da FUNDARTE; Camerata Montenegro; Orquestra de Sopros; Guitarband.

Na parte de projetos, a FUNDARTE desenvolve iniciativas de descentralização e inclusão, o que amplia o alcance das atividades desenvolvidas pela fundação. Hoje a instituição desenvolve os seguintes projetos:

 

– O Projeto Dançar prevê atendimento de crianças, em situação de vulnerabilidade social, em aulas de Ballet Clássico e acompanhamento do rendimento escolar. São 180 crianças atendidas com o acompanhamento pedagógico necessário para a melhoria do desempenho, inclusive escolar.

Projeto Cordas prevê aulas de violino, viola, violoncelo ou contrabaixo, além da montagem e manutenção de uma orquestra de cordas com crianças de baixa renda.

– O Projeto Ação Comunitária FUNDARTE é uma ação de descentralização das ações socioeducativas da instituição. Visa levar oficinas de diferentes áreas das artes às comunidades periféricas de Montenegro e região, implantando o trabalho em escolas, associações de bairros, igrejas e outros centros comunitários.

Me Inclua Nessa é um projeto de inclusão de portadores de necessidades especiais, através do qual a FUNDARTE oferece vagas nas áreas de artes visuais, dança, música e teatro. Busca proporcionar a crianças, jovens e adultos, portadores de necessidades especiais, oportunidade de crescimento pessoal através da arte, contribuindo para a formação de um cidadão mais participativo inserido na sociedade: são 25 vagas distribuídas entre artes visuais, música, teatro e dança.

Saber mais é um projeto que disponibiliza algumas vagas para alunos com experiência anterior nas artes e que busca na FUNDARTE um aprimoramento de seus conhecimentos. Para este ingresso existe uma prova de seleção para classificar o nível do candidato: são 16 vagas na área de música.

-FUNDARTE Cultural é o projeto que mantém as atividades culturais da FUNDARTE. Tem atuado com ações sócio educativas, acreditando que o ensino das artes colabora para expandir conhecimentos, melhora a auto estima do cidadão e traz uma compreensão mais ampla de mundo.

Possui vários parceiros para realizar seu trabalho de forma mais eficiente e eficaz, entre eles a Universidade Estadual do Rio Grande do Sul – UERGS, que desde 2002, realiza, de forma conjunta, quatro cursos superiores na área da arte: Graduação em Artes Visuais, Graduação em Dança, Graduação em Música e Graduação em Teatro, todos na modalidade licenciatura; o Instituto Arte na Escola/Fundação Iochpe/SP, para a manutenção do Polo FUNDARTE do Projeto Arte na Escola que recebeu em 2000, 2003 e 2017 o Prêmio Nacional Arte na Escola Cidadã por Projetos de ensino realizados por seus participantes. É parceiro da FUNDARTE também o SESC/RS para a realização de eventos culturais.

Sempre fiel a sua proposta de educar através e com a Arte, atuando como agente formador e multiplicador de cultura, a FUNDARTE vem, ao longo de sua história, promovendo eventos abrangentes e de nível nacional, como o Seminário Nacional de Arte e Educação, que está na 26ª edição, e o Salão de Arte 10×10, que está na 7ª edição, uma proposta diferenciada, com foco nos trabalhos dos artistas que se dedicam à produção de obras de pequenos formatos. Nestas oportunidades se reúnem em Montenegro, estudantes, professores, artistas e produtores de arte de todo Brasil e do exterior, tornando a FUNDARTE um polo cultural do nosso Estado e Montenegro a “Cidade das Artes”.

Em 2012 a FUNDARTE foi agraciada com a ORDEM DO MÈRITO CULTURAL, um reconhecimento por seu trabalho tanto na área educativa quanto na área da cultura e promoção social. Em 2018 a Fundação recebeu o PRÊMIO EDUCAÇÃO/ RS na categoria Instituição.

Além disso, a FUNDARTE, desde o ano de 2000, tem a concessão de um Canal de TV Educativo, Canal 53.1, concedido pelo Ministério das Comunicações, que entrou em funcionamento em 31 de dezembro daquele ano e desde 2012 é afiliada do Canal Futura, da Fundação Roberto Marinho. Tem parceria com a TV UNIVATES, TV FEEVALE e TVE/RS.

Na área das artes visuais tem a Galeria de Arte Loide Schwambach que visa estimular, fomentar, mostrar e difundir a produção artística contemporânea, local, nacional e internacional. Por meio de exposições e mostras, propõe a intersecção entre a pesquisa artística e o ensino da arte. A Galeria tem como base dois princípios: tornar visível a produção dos alunos e professores da FUNDARTE; apresentar produções artísticas contemporâneas e relevantes da comunidade de Montenegro, bem como de outros locais. A ênfase dos trabalhos é a arte contemporânea.

A FUNDARTE conta também com uma editora. Criada em 2001 pelo professor Dr Gilberto Icle, a Editora da FUNDARTE tem como objetivo central publicar obras ligadas a Educação e Arte. Atualmente tem como Editora Gerente a Profª. Ms Júlia Hummes e Editora Geral a Prof.ª Drª Márcia Pessoa Dal Bello. Possui alguns periódicos e também publicações de livros autorais, bem como edita os anais do Seminário Nacional de arte e Educação da FUNDARTE e outros anais ligados a pesquisa. A Revista da FUNDARTE está em sua 38ª Edição e está integrada ao sistema SEER, um sistema internacional de publicações eletrônicas. Tem sua avaliação sistemática pela CAPS e atualmente está classificada na categoria A2 em Artes.

Na área dos eventos, a FUNDARTE oferece anualmente para a comunidade diversos espetáculos, tais como peças teatrais, concertos, shows, espetáculos de dança, exposições e mostras que compõem o calendário anual de eventos culturais da FUNDARTE. A maior parte deles é oferecida de forma totalmente gratuita ao público.  Tudo isto faz da FUNDARTE um dos principais polos culturais da cidade, com promoção de eventos culturais e principalmente com o ensino de Artes.